sexta-feira, 27 de abril de 2012

Faça acontecer!


Pode parecer bobagem mas, se puder ter um pouquinho de paciência, talvez você possa ajudar. Enquanto você dorme, diverte-se, trabalha, convive com sua família, alguém lá fora está esforçando-se, tentando ajudar o semelhante.
Tenho visto professores visitando as casas de seus alunos, tentando encontrar uma maneira de motivar as famílias para o estudo. Tenho visto dentistas indo às escolas, pegando estudantes pela mão, um por um, e ensinando a escovar os dentes. Tenho visto pessoas que, sem cobrar nada, ensinam música, dança, esportes, cidadania. Tenho visto pessoas que acolhem, que conversam, que dão atenção, roupa, remédio, alimento, abrigo... Tudo isso silenciosamente, sem promoção pessoal, sem benefício pessoal, sem politicagem, sem esperar nada em troca.
Ao mesmo tempo, tenho visto alguns destes abnegados, assediados por pessoas que só sabem criticar, que só sabem dizer que “não vai dar certo”, que só sabem dizer que “não é da minha conta”, “não é problema meu”, desistirem ou estar na iminência de fazê-lo.
Há tanto o que fazer neste mundo! Precisamos de tantos! E há pessoas que, além de não ajudar, desestimulam quem tenta fazer de nosso planeta um lugar melhor para todos. Por favor, ajudem! Se não puder ser com ações práticas, pelo menos que seja com incentivos às pessoas que você conhece e que trabalham tanto pelo próximo!
Vamos fazer uma corrente de positividade. Vamos derrotar o ranço, o mau humor e o pessimismo de quem acha que “não adianta mais”. Hoje, olhe nos olhos daquela(s) pessoa(s) que você conhece e que lutam de alguma maneira para construir um mundo melhor, desde os gestos mais simples até os grandiosos projetos e agradeça. Agradeça e diga, sinceramente: “Não desista!”.
Se possível, auxilie também. Às vezes, um sorriso já basta. Ou um minuto de atenção e respeito. Ou um pequeno gesto de bondade, uma “mãozinha”, um incentivo. Faça acontecer!
Espalhe esta ideia. Se possível, para muita gente. Eu preciso de você e o mundo também! Se puder, melhore-a. Transforme em vídeo, em música, em cartazes, fotografias, o que for... Espalhe para seus amigos e convide-os a fazer o mesmo. Acredite! Agradeça! Auxilie! Conto com você!

3 comentários:

Deivis Menezes disse...

Olá!
Estou muito feliz em conhecer o seu trabalho e saber que através dele faz pessoas felizes. O nosso trabalho deve ser exatamente isto: a oportunidade de ser e realizar o outro. Um dos preceitos máximos da Psicologia é a necessária superação do egocentrismo em prol do altruísmo... estratégias didáticas que levem os alunos a compartilhar e a se colocar no lugar do outro são essenciais para combater atitudes perversas e egocêntricas como o bullying...
Lembre-se sempre de que são as pequenas marcas que constroem o mosaico de nossas memórias em vidas. Prof. Deivis Helfenstein de Menezes

Deivis Menezes disse...

Olá!
Estou muito feliz em conhecer o seu trabalho e saber que através dele faz pessoas felizes. O nosso trabalho deve ser exatamente isto: a oportunidade de ser e realizar o outro. Um dos preceitos máximos da Psicologia é a necessária superação do egocentrismo em prol do altruísmo... estratégias didáticas que levem os alunos a compartilhar e a se colocar no lugar do outro são essenciais para combater atitudes perversas e egocêntricas como o bullying...
Lembre-se sempre de que são as pequenas marcas que constroem o mosaico de nossas memórias em vidas. Prof. Deivis Helfenstein de Menezes

Pedro Rangel disse...

Obrigado, professor Deivis!
Grande abraço e obrigado pelo incentivo.