quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Coisas que não mudam


No ano passado (2008), houve uma crítica forte a uma situação em nossa cidade. Na esquina da rua Duque de Caxias com a rua Bento Gonçalves foram colocados ferros de proteção, para fazer com que as pessoas passem na faixa de segurança, evitando assim acidentes.


Na época, um meio de comunicação fez crítica ao governo municipal, afirmando que a referida proteção havia se tornado "varal de camelô", já que um vendedor pendurava ali suas camisetas.


Hoje, dia 14/01, já com o novo governo municipal em plena ação, é possível notar que há coisas que não mudaram. Lá estava o mesmo vendedor e o mesmo "varal". O que mudou é que o meio de comunicação, que antes fazia oposição ao governo e agora é da situação não comenta mais o fato. Parece que o "varal" não é mais problema na cidade!

6 comentários:

FRX disse...

oie tem premio pra vc lá no exoticlic.

vai em MENU
PREMIOS
" ... SABOR ESPECIAL"

SEU BLOG TÁ LÁ

ENJOYYY ;D

FRX disse...

sem problemas ninguem nasce sabendo!

bom salva a imagem do selo no teu computador aí como este selo não tem regras simplesmente repassa eles pra
outros 10 blogs que vc gosta EXECETO O MEU porque eu to te passando.
aí avisa nos comentarios destes outros blogs que vc escolheu pra dividir o selo.
ou seja vai lá e diz pra eles que vc tá dando, dividindo tal "SELO" COM ELES

;D

Rose Umpierre disse...

Pedro, já está na hora de se conformar que a eleição foi ganha pelo PROFESSOR FLÁVIO,e como bom cidadão cacequiense torcer para que dê tudo certo e parar de criticar. O prefeito não completou nem um mês de governo e tu quer que ele faça tudo, os outros tiveram anos e não conseguiram fazer tudo certo. Vamos torcer para que dessa vez ele tenha êxito. Vai ser bom pra ti, pra mim e pra toda a comunidade. Como PROFESSOR, tu vai entender isso.
Abraço.

Cilene disse...

Pedro, parece que esta sua postangem está dando o que falar!Ouvi no rádio comentários do assessor se defendendo inclusive dizendo que é preciso ter humildade para compreender qndo se erra e qndo se acerta...
Por isto eu ando meio evitando colocar meus pontos de vista em público, pois acontece como o que a Roseli acabou de expressar, soa como crática e dor de cotovelo, o que talvez as pessoas não entendam que não é o fato de aceitar que fulano ganhou ou perdeu é o fato de fazer o que se cobrou, como posso cobrar ou ter cobrado de alguém se não tenho atitudes condisentes, adorei teu texto e parabéns pelo blog, que está cada vez melhor, adoro o tom engraçado q vc emprega....
Abraços

Cilene disse...

Pedro, parece que esta sua postangem está dando o que falar!Ouvi no rádio comentários do assessor se defendendo inclusive dizendo que é preciso ter humildade para compreender qndo se erra e qndo se acerta...
Por isto eu ando meio evitando colocar meus pontos de vista em público, pois acontece como o que a Roseli acabou de expressar, soa como crática e dor de cotovelo, o que talvez as pessoas não entendam que não é o fato de aceitar que fulano ganhou ou perdeu é o fato de fazer o que se cobrou, como posso cobrar ou ter cobrado de alguém se não tenho atitudes condisentes, adorei teu texto e parabéns pelo blog, que está cada vez melhor, adoro o tom engraçado q vc emprega....
Abraços

Prof. Pedro Rangel disse...

Roseli, se você ler com atenção o texto, verá que eu não tenho nada contra o camelô estar ali, nem estou criticando o governo pelo fato de ele estar ali.
Na realidade, acredito que ele encontrou um local interessante, pois expõe seu material sem atrapalhar a passagem dos pedestres.
Portanto, não é dor de cotovelo, nem inconformismo com o Sr. Flávio que é o nosso prefeito. É apenas uma observação de que o ponto de vista de um meio de comunicação mudou. Nada tem a ver com a prefeitura. Grande abraço!
Cilene, fico feliz por sua nova visita. Eu não sabia que meu Blog é lido aqui em Cacequi! Hehehehehe. Entendo que meu texto possa ser mal interpretado, mas a intenção não foi criticar a prefeitura, como já expliquei acima. Obrigado pelas visitas! Grande abraço!